Blog / Máquinas

Máquina rotativa ou bobina? Selecionamos 4 dicas infalíveis para você escolher a melhor máquina de tatuar!

25 de março de 2021 Luciana Leal Compartilhar facebook Twitter
maquina rotativa ou bobina

Essa com certeza deve ser a dúvida de muitos tatuadores: máquina rotativa ou bobina, qual a melhor máquina de tatuar? 

A princípio, essa escolha exige uma medida de pesos de acordo com aquilo que você busca no seu trabalho!

Para facilitar a sua escolha nesse momento, analisamos os prós e contras de cada uma e listamos 5 dicas para você escolher a melhor máquina de tatuar. Acompanhe a leitura!

Como funcionam as máquinas rotativas e de bobinas?

Antes de começar a falar sobre a máquina de tatuar rotativa ou a máquina de tatuar de bobina é importante que você entenda as diferenças entre seus funcionamentos. 

Máquina Rotativa

A máquina rotativa é uma ferramenta para tatuagens que possui algumas características de funcionamento que oferecem mais facilidade no momento de sua configuração.

Grande parte dessa facilidade é devido ao seu peso reduzido se comparado às máquinas de tatuar mais tradicionais. 

Seu motor é o DC. Este tipo de motor não possui núcleo e dispensa a necessidade de adicionar agulhas contra as bobinas.

Esse movimento além de contribuir para a leveza da máquina de tatuar rotativa, ainda reduz o nível de ruído.

Máquina rotativa ou bobina

Máquina de bobina 

Já a máquina de tatuar de bobina tem seu funcionamento baseado num motor de eletro-ímã

Ou seja, por meio de movimentos e atrativos e repulsivos das bobinas numa liga metálica, ela gera energia elétrica, que por sua vez é filtrada por um capacitor, fazendo-a desligar e ligar rapidamente. 

No entanto, esse movimento é tão rápido que se torna impossível ver todo o processo acontecendo.

Ao contrário da máquina rotativa, a máquina de bobina é mais pesada por conta da sua bobina. Elas podem variar de 6 a 12 voltas dos fios de cobre. 

Essa introdução é importante para que você entenda o funcionamento dessas duas máquinas de tatuar e tenha uma base para escolher máquina rotativa ou bonina. 

Qual a diferença entre máquina rotativa e bobina?

Para construir uma resposta bem embasada, fizemos uma análise de 4 critérios comparativos para te ajudar na escolha entre a máquina rotativa ou bobina.

Os critérios foram: 

Quer descobrir qual a melhor máquina de tatuagem? Siga a leitura e veja nossa análise!

1. Máquina rotativa X bobina: Peso e durabilidade

Existe uma associação de que máquinas de tatuar mais pesadas são mais duráveis, porém essa é uma falsa afirmação.

Na maioria das vezes, a durabilidade da máquina depende do cuidado que o tatuador tem com a mesma! Nisso damos destaque a máquina de tatuagem rotativa!

São bem mais leves que as máquinas de bobina, o que facilita o processo de criação! Principalmente quando pensamos em trabalhos longos de várias horas.

Sendo assim, por ser mais leve, a máquina rotativa traz maior conforto e menos fadiga ao tatuar.

2. Regulagem da máquina rotativa e de bobina

As máquinas de bobina são carinhosamente apelidadas pelos profissionais como “temperamentais”. 

Isso porque podem funcionar por muito tempo sem precisar regular!

Já as máquinas rotativas possuem um sistema de regulagem extremamente rápido e simples, pois são mais versáteis.

Tatuador que escolheu entre máquina rotativa ou bobina fazendo uma tatuagem

3. No quesito versatilidade: é melhor a máquina rotativa ou bobina?

É importante destacar que as máquinas rotativas possuem um sistema de configuração bem mais simples e rápido!

Utilizar cartuchos descartáveis faz a diferença! Isso as torna mais versáteis na hora de traçar.

Sendo assim, as máquinas rotativas permitem trabalhar vários estilos de tatuagem com apenas uma máquina.

Enquanto as máquinas de bobina geralmente são utilizadas somente para um tipo de procedimento

Sendo assim, será bem difícil ver um tatuador utilizando a mesma máquina de traço para pintura.

Definitivamente, no que diz respeito a pintura e preenchimento, ambas desempenham bem seu papel, porém, as máquinas rotativas agridem menos a pele

Sendo assim, o tatuador tem mais tempo para realizar o trabalho antes da pele começar a ficar muito machucada.

O que também é uma grande vantagem para o cliente, que tende a sofrer um pouco menos com o processo.

4. Máquina rotativa X bobina: análise de força e potência

No quesito força e potência as máquinas rotativas se destacam.

Elas são bem mais fortes que as máquinas de bobina. Além disso, as máquinas de tatuagem rotativas possuem baixíssima vibração, diferente das máquinas de bobina.

Com relação a preço, houve uma época em que as máquinas rotativas eram mais caras  que as máquinas de bobina. 

No entanto, graças a amplitude de máquinas rotativas no mercado, o preço acabou caindo também, tornando a compra mais acessível.

Vale lembrar também que se você é um tatuador de primeira viagem, pode valer a pena iniciar seus trabalhos já utilizando uma máquina rotativa. 

Definitivamente, ela facilita o trabalho, permite trabalhar vários estilos com uma só máquina e também possuem regulagem de fábrica!

Qual a melhor máquina de tatuagem: Máquina rotativa ou bobina?

A melhor máquina de tatuar é a máquina rotativa.

Além de ser a mais leve, rápida, possuir uma boa regulagem e ter uma boa versatilidade. Hoje em dia é possível comprá-la com preços atraentes. 

Portanto, se você está na dúvida em qual a melhor máquina de tatuagem comprar e precisava escolher entre a máquina rotativa ou bobina, já sabe qual selecionar né? 

Aproveite para conhecer o site da Tattoo Loja. Lá você consegue entender mais sobre as especificações técnicas de cada máquina e ainda efetuar sua compra num só lugar.

[helpie_faq group_id=’123’/]

E aí, qual máquina você usa no seu estúdio de tatuagem? Deixa aqui nos comentários!