Blog / Inspiração

Ócio criativo na quarentena: Como lidar?

9 de abril de 2020 Equipe Find Compartilhar facebook Twitter

Estamos todos reclusos, isso é fato. Depois de um tempo a quarentena pode se tornar algo enfadonho, muitos não estão acostumados com tanto tempo livre, muito menos com o trabalho remoto. Separar trabalho, estudo e lazer dentro de casa é crucial neste momento. Como lidar com tanto tempo livre?

Estamos em casa, tentando nos organizar da melhor forma possível durante a quarentena. Organizar a rotina é essencial, mas poucas pessoas estão acostumadas com o trabalho remoto.

Aline Firpe (@bruxa.tattooart), trabalha com artes há mais de 10 anos e por mais de 5 anos se dedica a arte do rabiscado na pele!

Ela nos relata que a reclusão é algo completamente novo em sua rotina, ela não costuma ter muito tempo de sobra e essa virada repentina lhe deu tempo de sobra! Mas, o que fazer com tanto tempo assim?!

Quarentena e ócio criativo

O conceito de ócio criativo, cunhado pelo sociólogo italiano Domenico De Masi, está longe de associação com preguiça. Ócio criativo é a união, entre trabalho, lazer e estudo.

Essa união é capaz de tornar uma pessoa mais produtiva! Até mesmo criativa, pois ela experimenta a riqueza do trabalho, o conhecimento proporcionado pelo estudo e o prazer do lazer. Ócio não está relacionado a tédio ou preguiça.

Geralmente, estamos tão atrelados ao trabalho, que quando temos tempo livre não sabemos o que fazer, muito disso acontece por esquecermos dos benefícios do tempo livre.  Com tempo de sobra podemos ser criativos, explorar novas maneiras de trabalhar, estudar e de nos divertir. O que nos dá outra perspectiva e abre caminho para novas possibilidades, ideias e insights.

Por isso esse momento de home office, pode ser ideal para tentarmos descobrir os benefícios do ócio criativo em nossas vidas.

Aline, nos conta que para superar a angústia gerada por esse momento, ela está focando em desenhar, pintar e estudar. Algo que está ajudando a artista nesse momento.“ Acho que esse é um ótimo investimento no conhecimento e também necessário para a saúde mental”, relata a artista.

Carina Dot (@dot.tattoo), também tatuadora há mais de 5 anos, revela que tem feito estudos de aquarela, tinta guache e outros materiais que demandam mais tempo para testes e aperfeiçoamento. No que concerne a tattoo ela vendo tutoriais, para sofisticar os desenhos digitais, e assim aplicá-los em sua profissão.

Elas demonstram que estão mesclando lazer, estudo e trabalho. Fatores essenciais para o ócio criativo! O momento não é fácil, de maneira alguma, sabemos que abstrair da angústia causada pela situação momentânea é mais difícil do que parece.

SENDO ASSIM…

Aline e Dot, dão dicas de como estão fazendo para superar a ansiedade desse momento.

Dot relata que o período está sendo de auto conhecimento, pois está tentando manter a calma e ter paciência, segundo ela “[…] Mantendo o otimismo de que logo isso passará, como tudo nessa vida é passageiro. E aprender as lições que esse momento está nos dando.” Segundo Carina, esse momento é de aprendizado profissional, artístico e espiritual

Aline, assim como Dot, entende que o período é de reflexão e aprendizado. O momento é para questionarmos o que realmente importa em nossas vidas.

Ela conclui : É tempo de amor e solidariedade.

Gostaram? Querem mais informações sobre a quarentena? Nos acompanhe aqui no blog e no instagram!