Blog / Inspiração

6 motivos para fazer uma tatuagem

3 de maio de 2018 Equipe Find Compartilhar facebook Twitter

Muito embora existam países em que a tatuagem não é aceita, ela tem tido crescente popularização nas últimas décadas em todo mundo. Os motivos para fazer uma tatuagem são dos mais variados e peculiares possíveis, como prestar uma homenagem especial a alguém ou representar uma marca corporal.

Há aqueles que, em momentos de diversão e loucura, acabam buscando por um estúdio de tatuagem. Por outro lado, outras pessoas ficam anos buscando uma imagem ideal que represente a sua principal motivação ao retratar a arte.

Conheça aqui quais são os motivos mais comuns que levam as pessoas a eternizarem um desenho na pele e entenda um pouco mais sobre o fascínio que existe por trás de uma tatuagem.

1. Prestar uma homenagem

Algumas pessoas optam por fazer suas tatuagens como forma de homenagear alguém que já se foi ou que ainda está vivo, seja um amigo, filho, animal de estimação, familiar, celebridade ou mesmo um ente querido.

Essas homenagens podem também ser motivo para comemorar uma relação especial de amizade, como é o caso dos atores Giovanna Lancellotti e Caio Castro, que fizeram juntos suas tattoos. Ambos tatuaram desenhos árabes que encontraram no Google, acreditando significar “muso” e “musa”, embora a verdadeira tradução seria “eles estão te observando.”

Há também quem pretenda homenagear uma relação amorosa, como o cantor Chris Brown, que mesmo após a polêmica envolvendo sua amada Rihanna, optou pelo desenho inspirado no rosto da cantora, feito em seu pescoço.

Tatuagens com frases ou rostos de uma pessoa especial que já se foi podem ser feitas com adereços específicos, como datas, cruzes, provérbios, flores etc. A própria cantora Rihanna, motiva sua suposta 17ª tatuagem — uma deusa egípcia feita entre os seios — como homenagem à avó, que faleceu de câncer.

Homenagens aos familiares vivos podem ser feitas para simbolizar o respeito e admiração ao ente querido, como é o caso da filha de Zezé Di Camargo, Camilla Camargo, que optou pela imagem da música que consagrou o pai no ramo da música — “É o amor”. Para ela, não tinha como ser escolhida outra arte, já que era essa a melodia que transformou sua vida.

Outra celebridade que demonstrou o seu amor por meio da tatuagem foi o integrante do One Direction — Harry Styles. Dessa vez, uma motivação de tatuagem ainda mais admirável: o amor pelo Brasil. Após mostrá-la aos fãs em um show que fez no Rio de Janeiro, levou todo o evento à loucura! Legal, não é mesmo?

2. Eternizar uma frase especial

Muitas pessoas optam por tatuar frases que tenham alguma representatividade em sua vida.

O jogador e celebridade David Beckham possui, entre suas mais de 30 tatuagens, uma frase em chinês que tem a tradução de “A vida e a morte têm compromissos determinados. Riqueza e honra dependem do céu”.

Já a cantora Selena preferiu tatuar uma frase árabe com 10 cm, cujo significado é “Ame a si mesmo”.

Cara Delevingne, modelo e atriz, escreveu “Breathe deep” em seu tríceps utilizando a técnica com tinta branca. Já em seu pulso, escreveu a palavra silêncio, também em inglês.

Entre as celebridades nacionais que optaram pela arte da tatuagem, está a atriz Antonia Fontenelle, que tatuou nada mais que um palavrão em seu dedo indicador. Antes de tornar a arte pública, postou em rede social uma foto da imagem e comentou a seguinte frase: “Shhhhheeeee! Parem de me dizer o que eu posso ou não posso, devo ou não devo… Me deixem tentar…”.

3. Estabelecer estilos de vida, padrões de personalidade e ideologias

Uma tatuagem pode conter também representação de comportamentos e ideologias ou mostrar detalhes sobre sua personalidade e estilos de vida.

Há quem opte por imagens que transpareçam esse sentido claramente ou que contenham somente um simbolismo especulativo, como desenhar borboletas ou pássaros para representar a liberdade, por exemplo.

Muitas tatuagens também visam eternizar aspectos da religiosidade, como status espiritual, particularidades de uma cultura, convicções sobre fé, entre outros. O modelo brasileiro Jesus Luz, por exemplo, optou por desenhar em seu corpo a flor de lótus ao lado de um cálice, que mostra que o budismo e o cristianismo são uma coisa só, segundo suas próprias palavras.

Outra motivação para tatuar um desenho na pele inclui o pertencimento a um grupo social, já que muitas imagens específicas podem ser compartilhadas por membros de uma mesma comunidade.

Um exemplo disso é o desenho do anel de Claddagh, um símbolo antigo associado à história da cultura irlandesa. Por outro lado, um descendente egípcio pode optar por tatuar imagens que remetam aos seus antigos ancestrais.

Representar uma cultura especial, no entanto, pode ser opção de uma pessoa que não pertença a essa civilização, mas que tenha admiração por ela ou que se atraia pelo seu efeito estético, como as tatuagens no estilo Maori, amplamente procuradas nos estúdios de tatuagem.

Em resumo, a tatuagem pode representar um motivo de inspiração diária para continuar a lutar por algo que realmente acredita, para lembrá-lo de princípios que considera importantes ou para representar aspectos do seu cotidiano.

4. Adquirir uma estética específica

Dentre vários motivos para fazer uma tatuagem, está o sentido estético.

Muitas pessoas apreciam a tatuagem como forma de arte e expressão criativa e acabam optando por imagens que, independentemente do simbolismo, apresentam um julgamento de beleza e atratividade para si próprio.

Muitas tatuagens são apreciadas pelo seu estilo, união de cores, traçados e formas que atraem o olhar, sendo a estética um motivo bastante comum para fazer uma tattoo.

Há também quem acredita que as tatuagens são como um acessório ou peça de roupa, traçando-as em seu corpo com a justificativa de representar “fashion statements”, sendo “cools” e compondo seu estilo.

6. Simbolizar uma conquista ou memória de vida

Outra motivação bastante comum para escolha de uma tatuagem é projetar eventos especiais ocorridos em vida, realizações, momentos ou lembranças importantes que simbolizam uma conquista ou uma nova fase, como casamento ou nascimento de um filho.

A cantora Luiza Possi, por exemplo, tatuou um microfone com fio em formato de coração. Para ela, a tatuagem marcou o encontro de seus pais — Zizi Possi e Líber Gadelha — ocorrido em função da música. Desse encontro, surgiu a própria Luiza Possi, que com a tatuagem julgou a si mesma como a filha do amor e da música.

Já a atriz Isis Valverde fez uma imagem que representou o acidente de carro sofrido que a fez usar um colar cervical por três meses, mostrando que as tatuagens podem ser também um motivo de lembrança de momentos difíceis.

Existem diversos motivos para fazer uma tatuagem e, certamente, um deles — ou até vários ­— contribui para que possamos eternizar elementos importantes em nossos corpos, não é mesmo? Por isso, inspire-se ao escolher uma tatuagem ideal e seja mais um apaixonado pela arte!

Agora que você certamente conhece os principais motivos para traçar uma tatuagem, descubra a origem dos estilos de tattoos mais procuradas!