Blog / Cuidados

Confira 8 cuidados com a tatuagem que você não pode deixar de ter!

8 de maio de 2018 Equipe Find Compartilhar facebook Twitter

Tomar a decisão de fazer uma tatuagem pode ser uma experiência muito interessante. Apesar da tatuagem ser algo muito comum hoje em dia e bem aceita na maioria dos estilos, isso não significa que você deve se deixar levar por impulso e pelo modismo. 

Tenha em mente qual desenho você quer pintar e escolha bem os traços, o tamanho e o formato que mais agrada ao seu gosto. Afinal, você vai pintar uma parte do seu corpo para sempre!

Neste artigo, veremos 8 principais cuidados com a tatuagem que você deve adotar, antes e depois, para que ela cicatrize perfeitamente e fique linda por mais tempo. 

A escolha do desenho

A tatuagem é uma verdadeira obra de arte, desenhada pelo seu tatuador e por isso, ela deve ser única e pensada especialmente para você. Mesmo que você tenha gostado muito de um desenho que viu em alguém, procure dar um traço seu e dar mais personalidade para ele. Converse com seu tatuador para que ele possa te orientar e trabalhar exclusivamente em cima do seu desenho.

Além disso, na hora de fazer uma tatuagem, é necessário tomar alguns cuidados. Por isso, você deve redobrar a atenção nos cuidados pós-coloração, para evitar deformidades na cor e na textura, e para que não ocorram infecções no local.

A escolha de um tatuador competente

É importante escolher um tatuador de confiança. Procure um estúdio com tatuadores profissionais especializados, que darão todo o suporte e a segurança necessária nesse momento especial. Não coloque o trabalho nas mãos de um estranho.

Dessa maneira, busque conversar com pessoas que já tatuaram com ele e pergunte sobre referências e recomendações. Pesquise sobre os trabalhos anteriores realizados pelo profissional, busque ver os traços, a tinta e o estilo que ele adota e veja se é o que mais te agrada.

Além disso, no momento da realização do trabalho, preste atenção no material utilizado, veja se está em boas condições de uso e se é esterilizado ou descartável. Esteja atento a tudo e exija que o profissional use luvas e um método de higiene adequado.

A importância de seguir as recomendações pós-tatuagem

Além de admirar o desenho, devem ser tomados certos cuidados depois de fazer a tatuagem. Isso garante uma cicatrização eficiente e evita infecções, dermatites ou outros problemas causados por proliferação de bactérias no local.

Para evitar isso, siga bem as recomendações do seu tatuador sobre os cuidados que você deve ter nos próximos dias.

Confira a seguir oito cuidados que listamos, que facilitarão na cicatrização da tatuagem e garantiram que ela se mantenha com uma aparência de bem cuidada e não desbote com facilidade.

1. Cobrir com uma película aderente ou gaze estéril

Logo após a pigmentação, o tatuador deve cobrir o local com uma película aderente ou com gaze esterilizada. Não é recomendável deixar o estúdio sem a devida proteção da película ou da gaze estéril. Apesar de ter que ser retirada horas depois, é um cuidado imediato que deve ser adotado que evita infecções com o ambiente externo.

Também é recomendada a utilização de filme plástico, para proteger a região durante o processo de cicatrização. Porém, sempre que for feita a assepsia no local é necessária a troca da proteção, seja a gaze ou a película e a mesma, não deve permanecer por mais de dois dias sobre a região da pele. Para facilitar a retirada da película ou da gaze, pode ser aplicada um pouco de água morna.

2. Higienize adequadamente

A higienização no local deve ser feita frequentemente e é a parte mais importante no pós-tatuagem.  Antes de tudo, evite mexer na região antes de lavar as mãos. A limpeza adequada evita as infecções e protege o local de bactérias.

A lavagem já pode ser feita algumas horas após a sessão da tatuagem. Para isso, devem ser usados sabonetes neutros ou antissépticos sempre antes de trocar o filme plástico e de usar a pomada no local. Essa higienização pode ser feita também durante o banho normal.

A lavagem deve permanecer mesmo que a pele já tenha formado a casquinha, o que pode durar mais de um mês. O procedimento deve ser feito até você notar que a pele não apresente mais o aspecto de estar inchada ou com uma cor avermelhada.

De forma alguma, use shampoos, condicionadores, álcool, água oxigenada ou sabonetes com um cheiro forte para limpar o local e jamais esfregue a região. Isso aumenta a probabilidade de alergias, irrita a pele que ainda está ferida e dificulta o processo de cicatrização.

3. Usar um cicatrizante

Após higienizar o local adequadamente, deve ser aplicada  uma camada de pomada cicatrizante específica para a pele pós-tatuagem. Pomadas que possuem ação antibiótica, como por exemplo; a Bepantol.

A pomada auxilia na hidratação do tecido cutâneo e evita o ressecamento da pele, ajudando assim, a fixação da tinta. Ela pode ser reaplicada sempre que você sentir necessidade e se sentir que a pele está com um aspecto de seca ou desidratada. O recomendado é, no mínimo, 2 vezes por dia. O procedimento deve ser repetido até que você note que se formaram casquinhas sobre a região da tatuagem.

4. Não tirar a casquinha em hipótese alguma

A formação de casquinhas na área tatuada faz parte do processo de cicatrização. Nunca arranque-as ou puxe-as. Essa crosta protege a nova pele que ainda não está pronta para exposição e que ainda está absorvendo os pigmentos de tinta.

Controle a curiosidade em ver o resultado final e deixe ela cair sozinha. Não puxe antes que ela esteja pronta para cair. Se você fizer isso, pode atrasar o processo de cura do local e aumenta significativamente as chances de uma infecção e de deformidades.

5. Não coçar o local

É normal que você sinta uma coceira em toda a região após fazer uma tatuagem. Porém, você deve resistir a essa vontade e jamais coçar a pele. Em vez de coçar diretamente, tente dar leves tapinhas no local, que aliviam a sensação de coceira e não prejudicam a cicatrização.

Porém, se a coceira estiver muito forte e insuportável, você deve retornar ao seu tatuador para buscar recomendações ou procurar diretamente um dermatologista. Coceiras intensas e prolongadas podem ser sinais de reação alérgica à tinta.

6. Não exponha o local ao sol

Evite o contato direto da tatuagem com o sol, por pelo menos, um mês, já que ele interfere diretamente no processo de cicatrização e na fixação da pigmentação.

A radiação ultravioleta emitida pelos raios solares atinge diretamente a pele e pode desencadear um processo inflamatório grave, gerando deformidades permanentes no desenho e a reabsorção dos pigmentos, principalmente em tatuagens coloridas, por conterem maior quantidade de pigmentação. 

Sempre que for sair, utilize uma proteção solar, por exemplo, bloqueador solar de alto fator, ou uma roupa que cubra a região. É válido usar protetores solares recomendáveis para crianças e bebês, já que estes tem menos probabilidade de causar alergias.

7. Evite ir à praia

Além da recomendação de evitar a exposição ao sol, você deve evitar frequentar ambientes de praia nas primeiras semanas, assim como piscinas e clubes compartilhados. Prefira banhos mais rápidos até que sua pele já esteja devidamente recuperada das lesões e evite esse tipo de passeio.

Locais ensolarados e com água são mais propícios a conter bactérias infecciosas que podem causar graves processos de infecção na derme.

8. Evite alimentos gordurosos

Comidas muito temperadas, condimentadas ou gordurosas podem causar  alergias no local tatuado. A carne de porco é um alimento proibido durante o processo de cicatrização. Assim, o ideal e evitar esse tipo de alimento por questão de prevenção.

Procure ingerir alimentos mais leves e naturais como frutas, saladas, produtos integrais, dentre outros. Além de serem essenciais, não apenas para tratar a alergia, mas também auxiliando o processo de cicatrização e restauração da derme.

A hora de redobrar os cuidados

Durante a fase pós-tatuagem de cuidados, podem surgir alguns sintomas que indicam que você deixou a desejar nos cuidados. Como por exemplo:

  • febre;
  • vermelhidão na área;
  • secreção com pus;
  • cheiro forte;
  • dores no local;
  • queloides.

O sintoma de febre leve a moderada pode ser normal durante essa fase. O organismo não está acostumado com mudanças. Caso apresente sintomas recorrentes, procure imediatamente um médico. Ele poderá prescrever antibióticos e medicamentos apropriados para tratar eventuais infecções que possam vir a surgir.

Também podem surgir pequenas bolinhas com tom avermelhado. Você não precisa se preocupar com isso de imediato. Elas podem ser apenas uma reação alérgica da derme devido aos produtos usados na higienização constante do local. 

Concluímos que, um desenho bonito e com cores vibrantes vai muito além do trabalho de um bom tatuador. O resultado também depende de uma série de recomendações que devem ser seguidas à risca durante o processo de cicatrização da derme.  Assim, adotando procedimentos simples de cuidados com a tatuagem, você cuida bem do seu desenho e terá uma perfeita obra de arte para a vida toda!

Gostou das dicas? Tem alguma sugestão ou dúvida sobre como cuidar da sua tatuagem? Entre em contato conosco que vamos ajudá-lo!