fbpx
Blog / Biossegurança

Esterilização de equipamentos de tatuagem: o que você precisa saber

5 de junho de 2018 Equipe Find Compartilhar facebook Twitter

Tatuagem é algo que podemos ver todos os dias em pessoas dos mais diversos estilos, contudo, esse é um procedimento invasivo e deve ter suas precauções. Por isso todos os passos que te levam até o tatuador devem ser pensados com muita cautela.

Esse processo envolve riscos biológicos, já que há contato com o sangue e fluidos corporais. É necessário muito cuidado com a transmissão de doenças, como HIV, herpes, hepatite, sífilis, e diversas outras.

A ANVISA impõe normas de boas práticas para que os tatuadores possam trabalhar em estúdios e, assim, garantir a segurança tanto do cliente quanto a dele própria. As regras são simples e claras: deve haver esterilização de equipamentos de tatuagem, e desinfecção das superfícies no local.

Mas afinal, o estabelecimento que você escolheu é confiável? O tatuador trabalha com responsabilidade e segurança? Vamos entender melhor do assunto!

Esterilização de equipamentos de tatuagem

É preciso para garantir que o material utilizado para fazer a nova tattoo fique livre de qualquer possibilidade de infecção e doenças. E para isso serve a esterilização de todo o material — matar todo e qualquer agente presente que possa ser causador de alguma patologia. Esse procedimento pode ser feito de duas formas: usando autoclaves ou estufas.

A estufa usa vapor seco a 170 graus para esterilizar o material. Deve-se repetir o procedimento duas vezes para garantir seu sucesso total, que não deve ser interrompido — isso pode fazer com que o procedimento falhe.

Já a autoclave usa calor úmido com pressão para matar todos os microrganismos, pode ser feita em uma única vez e é mais prática e mais segura que a estufa, sendo a principal escolha da maioria dos tatuadores.

Contudo, quais são os materiais que devem ser esterilizados? Essa á uma boa pergunta, já que nem todos os estúdios os mesmos recursos, mas a resposta é bem simples e serve para todo mundo: tudo que for utilizado deve ser esterilizado sempre!

Agulhas, lâminas, hastes e biqueiras são exemplos de utensílios utilizados na hora de tatuar e também dos materiais que devem passar por processo de esterilização.

Materiais descartáveis

A ANVISA também obriga o profissional utilize equipamentos de proteção individual, como luvas e máscaras descartáveis (e trocá-las a cada cliente obrigatoriamente). Então, neste tópico podemos abranger dois tipos de materiais: os de proteção própria do tatuador e as agulhas que são utilizadas no equipamento.

A finalidade da proteção de cada um é diferente, porém, a importância e a obrigatoriedade são as mesmas. Manter um ambiente seguro é essencial tanto para quem tatua quanto para quem está sendo tatuado. Os riscos existentes nesse trabalho, assim como em outros que envolvem riscos biológicos, englobam ambos os lados.

Os equipamentos de proteção individual do profissional, também chamados de EPI, são basicamente luvas e máscaras. E como o próprio nome diz, têm a finalidade de proteger o tatuador de possíveis contaminações com o sangue ou fluidos residuais. Já as agulhas devem ser descartadas após o uso, evitando que haja contaminação de uma pessoa para outra.

A responsabilidade pela troca desses equipamentos (luvas, máscaras e agulhas) — assim como os demais itens esterilizados — é do tatuador. Isso, além de ser fundamental, dá bastante segurança para o cliente quando o profissional mostra que todo o material está limpo, novo e estéril. Conferir esse aspecto faz parte do essencial para fazer uma escolha do local adequado para fazer a sua tatuagem.

Desinfeção de superfícies

Já sabemos até aqui que todos os materiais devem ser esterilizados, garantindo a ausência de qualquer microrganismo. Porém, não é a única preocupação dos tatuadores e, claro, dos clientes que buscam confiabilidade no estabelecimento e segurança no serviço.

As superfícies no local no qual o profissional vai atuar devem estar limpas e desinfectadas. Como não é possível garantir uma limpeza total de bancadas, cadeiras e macas, usa-se o álcool 70% para chegar o mais próximo disso. Esse processo deve ser feito com um papel toalha e essa substância, e para garantir que não haja contaminação cruzada, panos de limpeza e toalhas devem ser evitados.

A escolha certa

Apresentados todos os procedimentos legais que a ANVISA estabelece para os estúdios de tatuagem fica mais fácil identificar os locais que respeitam as regras e garantem a segurança do serviço. Tenha em mente que ambientes limpos e com profissionais de responsabilidade são os imprescindíveis para que a sua tatuagem seja saudável.

Vá até o tatuador e veja seu local de trabalho e peça para ver a esterilização do material. Observe se ele está utilizando luvas e máscaras e se ele desinfeta as superfícies a cada cliente que recebe. Peça também para ver a licença do estabelecimento e do próprio tatuador. Caso esteja tudo dentro do padrão e você ainda esteja inseguro sobre ele, solicite ao tatuador para observar um de seus trabalhos e confira como ele age com o material.

Por fim, sempre que possível, busque referências com pessoas que conhecem o trabalho do profissional. Isso com certeza te dará muito mais segurança para escolher o lugar certo para fazer sua tão sonhada tatuagem.

Fazer uma tattoo envolve muitos aspectos que vão além de escolher o desenho — a escolha do estúdio e do tatuador são de igual importância quando o assunto é tatuagem. Ter um local limpo, com materiais esterilizados não só evita o contágio de doenças, mas também garante uma excelente impressão para os clientes que desejam segurança acima de tudo. Seguir as leis é um dever do estabelecimento e ainda é um atrativo — quem não quer qualidade e segurança ao mesmo tempo?

A esterilização de equipamentos de tatuagem, o uso de proteção individual e de materiais reciclados são os principais pontos que devem ser levados em conta na hora de escolher o tatuador ideal. E também é uma preocupação da Findtattoo, que coloca a segurança do cliente e do seu profissional em primeiro lugar.

Então, se você ainda tem dúvidas e receios na sua escolha, conheça mais sobre o trabalho de tatuadoresresponsáveis que vão garantir que sua tatuagem seja feita com qualidade e com confiança.